Informações Gerais

É uma linha de empréstimo pessoal que a BRASILETROS disponibiliza aos seus participantes, que possui como característica oferecer recurso financeiro sem burocracia e com baixas taxas de juros.

 

São elegíveis à concessão de empréstimo: São inelegíveis à concessão de empréstimo, os participantes que:
Participantes ativos; Tenham menos que 12 contribuições normais mensais para o plano de benefícios que esteja vinculado;
Participantes assistidos; Estejam com saldo devedor oriundo de empréstimos anteriores;
Autopatrocinado; Sejam beneficiários temporários em gozo de pensão por morte.
Participantes que optaram pelo beneficio proporcional diferido;
Pensionista em gozo de pensão  

 

REGRAS DE FUNCIONAMENTO

As regras de solicitação se diferenciam entre os participantes ativos e assistidos, de modo que o complementado já possui seu crédito aprovado e disponível para concessão. Já para o empregado de patrocinadora, que tem seu teto pré-aprovado, é necessário passar por uma análise da existência de margem consignável livre para averbação de sua prestação como garantia de pagamento. 

PERÍODO PARA CONTRATAÇÃO

A contratação de empréstimo estará disponível todo mês entre os dias 01 até o dia 10, sendo o crédito efetuado no último dia útil do mês da solicitação. O pedido deverá ser feito na área do participante do site da Brasiletros ou pessoalmente na Fundação.

TETOS DE CONCESSÃO

Poderá ser concedido ao participante até 4 vezes o valor do último Salário Real de Contribuição, não podendo exceder R$40.000,00 e nem ser maior do que 60% do valor correspondente ao resgate por desligamento bruto que o interessado teria direito a receber na época da concessão do empréstimo, sendo o mínimo que poderá ser solicitado é R$ 250,00.

PRAZO PARA PAGAMENTO

O empréstimo poderá ser parcelado de 01 até 30 meses, com as referidas prestações sendo descontadas diretamente da folha de pagamento de salário ou na folha de pagamento do benefício, sendo o 1° desconto a ser realizado somente no mês subsequente da concessão.

MARGEM CONSIGNÁVEL

A prestação inicial não pode exceder 30% da remuneração disponível do participante, conforme critérios e deduções de consignações voluntárias e eventualmente compulsórias, conforme estabelecido no regulamento vigente.

ENCARGOS FINANCEIROS

Para qualquer operação de empréstimo ou renovação será inserido sobre o saldo devedor os seguintes encargos:

  • Taxa de Juros Mensal: Calculado com a equivalência mensal do INPC tendo como base o período acumulado de 12 meses + a meta atuarial da Fundação acrescida de 2% a.a. (dois por cento ao ano).

  • Taxa de Administração: 0,75% incidente sobre o valor do empréstimo solicitado.

  • Imposto sobre Operações Financeiras IOF: alíquota descontada no ato da concessão do empréstimo, de acordo com a legislação vigente. 

  • Fundo de Reserva de Garantia de Empréstimo FRGE: Taxa destinada à cobertura e liquidação do saldo devedor em caso de falecimento. Sua alíquota depende do prazo contratado e da idade do participante, conforme regulamento vigente.

RENOVAÇÃO DO CONTRATO

A renovação de empréstimo só será possível se o contrato atual estiver com 50% devidamente liquidado.

Só é permitido um contrato vigente por matrícula de benefício, ou seja, mesmo que ainda exista teto de concessão disponível, não será aceito dois contratos de empréstimo em vigor ao mesmo tempo.