História

A Fundação Ampla de Seguridade Social – Brasiletros constitui-se em uma Entidade Fechada de Previdência Complementar (EFPC), sem fins lucrativos e foi criada em 23 de março de 1972 com a denominação Fundação CBEE de Seguridade Social – Brasiletros, tendo como patrocinadora a Companhia Brasileira de Energia Elétrica (CBEE).

Em 1979, a Fundação CBEE de Seguridade Social teve incorporado ao seu patrimônio a Fundação Centrais Elétricas Fluminenses de Seguridade Social (CELFUS), em decorrência da fusão das antigas empresas CBEE e Centrais Elétricas Fluminenses S/A (CELF).

Em 1980, a Entidade passou a denominar-se Fundação CERJ de Seguridade Social – Brasiletros.

Em 2005, a razão social da Entidade passou a ser Fundação Ampla de Seguridade Social – Brasiletros, em função da alteração de sua patrocinadora Ampla Energia e Serviços S/A.

A Entidade é associada da ABRAPP (Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Privada), do ICSS (Instituto Cultural de Seguridade Social) e é fiscalizada pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC), vinculada ao Ministério da Previdência Social (MPS).

Atualmente, a Brasiletros administra dois planos de benefícios. São eles:

. Plano de Complementação de Aposentadoria (PCA)
Patrocinadora: Ampla Energia e Serviços S/A

. Plano de Aposentadoria de Contribuição Variável (PACV)
Patrocinadoras: Ampla Energia e Serviços S/A, Endesa Brasil S/A e Fundação Ampla de Seguridade Social - Brasiletros

EVOLUÇÃO DA MARCA